quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Fim de semana prolongado!

Ai que bom!
Ai ai ai que bom!

E o que é que eu vou fazer nestes 4 dias?! N-A-D-A! Simplesmente nada... Vou já hoje para a santa 'terrinha' e vou passar uns bons quatro dias a fazer o "nada". E vai-me saber tão bem!

É caso para dizer bom feriado (para quem tiver que trabalhar na sexta) e bom fim-de-semana para quem já está ou está quase a entrar de fim-de-semana grande!

Imagem retirada das imagens do Google

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Rainy Days


 Como os adoro! Adoro dias de chuva, ficar em casa a ver as gotas de água a bater na janela (e não ter que ir apanhar chuva para ir trabalhar).

Mas mais do que dias de chuva, adoro as noites! Ficar deitada na cama, bem quentinha a ouvir chover?! Delicioso! Impagável!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Nomes dos filhos


Oh sim, claro que andamos a pensar nisso. Admito, eu ando a pensar nisso e arrasto-o comigo.
Primeiro para onde quer que olhasse havia uma grávida em todo o canto (de verão então saem todas à rua, é o resultado do frio do inverno só pode) e agora uma amiga e colega está grávida também! Oh cruzes, a perseguição das grávidas está a ficar grave, muito grave mesmo!
Mais uma vez tivemos esta conversa (já debatemos isto algumas 3 vezes) no retorno à margem sul depois do fim-de-semana na ‘terrinha’ e não concordamos em nada disto!! Não é bem em nada, é mesmo na maior parte. Ora vejamos

Rapaz:
Eu adoro (amo) Gustavo, ele odeia!
Eu odeio Martim, ele diz que é o ‘da Vila” (trocadilho com Martinho da Vila)!
Eu gosto de Rodrigo, ele diz que é péssimo!
Ele gosta de Nuno, eu abomino!
Ele gosta de Alexandre, eu não quero nomes que possam ter diminuitivos (odeio diminuitivos mas até gosto de Alexandre)!
Eu gosto de Diogo, ele até tolera (eina, um em que até concordamos)!
Eu gosto de João, ele também não desgosta!
Ele gosta de Rui, não quero nomes pequenos e não gosto!

Rapariga:
Ele gosta de Sofia, eu não gosto nada!
Ele gosta de Raquel, eu também!!!
Ele gosta de Cristina, eu também!!!
Ele gosta de Adriana, eu também!!!
Ele gosta de Inês, eu nãoooooooooooo!
Ele gosta de Rita, eu tolero!
Eu gosto de Margarida, ele acha que é muito grande!
Eu gosto de Catarina, ele não gosta nada!
Eu gosto de Joana, ele também não desgosta!
Eu gosto de Luísa, ele diz “Luísa é a minha avó” e eu digo “e?”!
Ambos não gostamos de Xana, ou melhor Alexandra!

E tudo sem segundo nome, a criança já vai ter uns apelidos que nos vai bater quando crescer, não precisa de todo de segundo nome!
Ai ai, isto é um dilema que nem vos digo! Credo!

sábado, 27 de outubro de 2012

Passatempo d'A Marmita Lisboeta

A Marmita Lisboeta  é capaz de ser dos primeiros blogs dos quais me tornei seguidora. Além da ana george (autora do blog) ser super divertida, dá também truques, dicas e receitas rápidas e boas para se levar para os almoços no trabalho. Há cerca de 2 anos que todos os dias de trabalho para mim são dias de marmita! Desde cedo que adoptei a marmita, seguindo a "tradição" do meu pai que, desde que me lembro, leva uma mala com o almoço todos os dias. Ora, porque é que eu decidi falar da marmita hoje? O blog está a lançar um passatempo aqui que nos dá a oportunidade de ganhar "um conjunto de um pano individual, uma bolsa para talheres e uma bolsa para sandes, feitos com tecido de Lenços dos Namorados, em algodão, e forrados com turco, para uma maior higiene", tudo feito pela mãe dela!! Genial, não?!

Eu vou concorrer e espero que vocês também, é sempre algo que dá muito jeito!

Beijinhos e boa sorte!
Pituxa

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Outra dúvida pertinente...

Eu sempre fui uma pessoa que gosta de perguntar o bendito do 'porquê', 'para que serve', 'porque não' e essas coisas assim... E hoje fui ver o meu mail (do blog) de manhã toda descansadinha quando dou de caras com um mail no mínimo estranho... Tinha um e-mail da Storylane, empresa da qual nunca tinha ouvido falar, que dizia que tinham lido o meu blog (com certeza não perceberam nada) e que podia fazer parte da equipa deles e 'balelas' do género... Para os contactar e etc e tal.

Alguém sabe o que raio isto é? Alguém já recebeu um mail do género? Eu fiquei com cara de parva a olhar para isto...

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ler faz bem ao corpo e à mente #3

Mais um livro acabado, desta vez um do conhecido escritor Ken Follett:
 

 Comprei-o no dia 1 de Outubro e acabei ontem à tarde, tendo em conta que (tal como o da Sveva) só o leio nos transportes públicos.
 
 
Considerações gerais:
- Escolhi o formato livro de bolso, mais fácil de transportar;
- Ken Follett surpreendeu-me pela positiva, com uma escrita fácil, boas descrições (para quem não gosta de livros muito descritivos não aconselho) e personagens bem caracterizadas;
- O desfecho não é nada do que previmos, consegue surpreender a cada capítulo;
- Os capítulos não são propriamente pequenos que se leiam entre duas estações de metro, mas também não são tão grandes que não dê para ler um ou dois numa viagem mediana;
- Não pode ser considerado um livro pequeno, possui 657 páginas de leitura e, segundo a Wook, tem 672;
- Preço acessível, tendo em conta que é um livro de bolso claro, a capa não nos faz comprá-lo, não a considero chamativa mas compramo-lo só pelo autor; preço normal na Wook (10% desconto) e Bertrand (10% desconto cartão) é 8,10€, e na Fnac é 9€, para aderentes fica a 8,10€ também. 
Podem adquiri-lo aqui:
- Wook;
- Fnac;
 
 Conclusão: Vou comprar outro livro de Ken Follett!!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Coisas que irritam os homens (a maioria), parte I

'Bora lá dar início a mais uma rubrica na qual vou precisar da vossa ajuda que isto esgota-se e a paciência do meu homem até é bastante alargada.

Uma das coisas que irrita terminantemente o meu homem é eu falar d'A Pipoca Mais Doce! Ontem fomos ao cinema ao Almada Fórum e, para mal dos pecados do homem, a Pipoquinha (como carinhosamente a chamo) estava em todo o lado... LOL! Porque é que ela estava em todo o lado? Porque em parceria com o fórum a Pipoquinha está a fazer um sorteio (chamemos-lhe assim) no qual pode ser vossa personal shopper com 250€ para gastarem (em traços gerais é isto). Ora então, ela está nas escadas rolantes, em mega posters caídos do tecto, nas portas (acho que também). Bem, ela está em todo o lado e, nalguns, com umas "verrugas" gigantes (bolhas de ar mesmo). Era ele ficar irritado quando eu dizia "Olha, está ali a Pipoquinha!"... 

Hum, como eu gosto de te chatear amor! ♥

E coisas que "irritem" os vossos(as) companheiros(as)? Há por aí?!

Pim pam pum #5

Quando estava a trabalhar na fábrica na qual estive dois anos o meu percurso casa-trabalho e trabalho-casa era feito de carro próprio, sozinha, muitas vezes ensonada ou cansada... Mas também eram só 14 km. Uma das coisas que sinto  mais saudades desse tempo é de ouvir rádio, era sempre o rádio o meu companheiro de viagem e de manhã era sempre Nuno Markl, Vanda Miranda, Pedro Ribeiro e Vasco Palmeirim. Ainda me lembro de quando a filha da Lucy e do Djaló nasceu (a primeira) da música da "carrinha de caixa aberta", o que eu me ri sozinha... E agora tenho tantas saudades desses momentos com eles! Vou ter que voltar a ouvir rádio nos transportes públicos de manhã ao vir para o trabalho, tem de ser... Telemóvel avariado volta depressa, preciso de ti!!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Eu até acho uma questão pertinente...

Na sequência deste post da amiga da onça e depois de ler este post d'O Arrumadinho, surgiram-me dúvidas pertinententes (que aliás já me tinham surgido antes) e até pus a cabeça de lado para ver melhor. 
A querida leitora amiga da onça, que eu sigo (e aproveito para dizer que é um bom blog!), colocou a pertinente questão de porque é que os grandes blogs (exemplo: O Arrumadinho, A Pipoca Mais Doce, Mini-Saia, por aí fora) não comentam os outros blogs? Porque é que nem respondem à maioria dos posts a não ser que sejam ofensivos? É uma questão que também já tinha colocado a mim mesma... E até conheço quem diga "O que é eles fizeram para ter tanta popularidade?". Resposta: Nada, simplesmente escrevem! Escrevem bem? Eu acho que sim, caso contrário também não lia os blogs deles (se bem que o blog da Mónica Lice não faz o meu estilo).

Voltando ao essencial da questão e à essência deste post... Aquele post que mencionei acima d'O Arrumadinho que dá pelo título de Blog da Semana #1 e, perdoem-me a expressão, mas WTF?! Segundo ele o objectivo é enviar um mail no qual enviamos o link do nosso blog, uma pequena descrição por que o mesmo deve ser lido e, se ele gostar do que vê ou quiçá tiver uma cunha (estou apenas a supor), vai para a lista de blogs que ele lê de maneira a que outras pessoas o possam ler e ter mais visitas e tal e coisa e troca o passo. Sinceramente fiquei desiludida agora, eu que até sou uma pessoa que gosto bem mais do que ele escreve do que a senhora sua esposa escreve (apesar de ao vivo e a cores ela ser um mulherão que dá gosto ver) fiquei mesmo 'banzada' com este post. Acho que estava à espera de tudo menos disto... Isto é assim como uma questão de desespero "POR FAVOR, DIZ PARA LEREM O MEU BLOG!! EU PAGO-TE!", mais ou menos assim... Será? E serei a única a achar isto um bocado surreal? Como há tempos a amiga da onça disse num comentário a um post meu, isto é para diversão, espairecer (agora não fui ver e não são exactamente estas as palavras), mas é a finalidade disto... Não publicidade ou algo do género. Eu agora fiquei mesmo 'wow' e tenho dito...

Aguardam-se opiniões, dramas, comédias e a chamarem-me tudo (agora é mesmo o que está a dar)!

PS - Atenção que isto é apenas a minha opinião e peço desculpa se feri susceptibilidades, não era o propósito deste blog, mas era sim 'deitar cá para fora' o que penso e foi essa a finalidade deste blog a espalhar amor desde Junho de 2009.

Beijinhos,
Pituxa

domingo, 21 de outubro de 2012

Não sei como é por aí....

Mas por aqui há dois fins-de-semana que eu só vejo Fifa 13... Acho que a tv está avariada, não se desliga da ps3 e ainda por cima dá sempre o mesmo jogo! Ui ca bom...

sábado, 20 de outubro de 2012

100 posts depois...

Eina! Esta é o post número 100! Também este cantinho já existe desde 7 de Junho de 2009, eu é que nunca me tinha dedicado muito a ele, como estou a tentar fazer agora.

Mas isto de ter um blog dá muito trabalho, preparação de posts, temas que tenham a ver comigo mas que sejam também ligeiramente interessantes sem cair na futilidade, normalidade (ou anormalidade) ou esquecimento... É algo que estou a tentar manter vivo e que me está a dar um gozo enorme, principalmente desde que o meu mais-que-tudo se decidiu a juntar a mim nesta aventura!

Obrigado a vós que ainda me lêem e me dão alento para estar cá todos os dias! Parabéns a mim, parabéns ao blog e parabéns para vocês que o mantêm vivo!

Obrigada!!


Songs to love #4

E a banda sonora para hoje é David Fonseca... Deliciar-me com  trabalho deste grande senhor é do melhor para um sábado à tarde!
Como já falei aqui, sou uma fã acérrima deste artista português e hoje estou com a minha edição especial a ouvir o segundo cd, Seasons:Falling! Pelo que ouvi está divinal, fantástico, surpreendente. Como sempre um trabalho muito bem feito!


E deixo-vos com uma grande música do albúm...


Bom sábado para vocês :)

Beijinhos,
Pituxa

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Sugestão de fim-de-semana I

Hoje é sexta-feira!!

E que tal se hoje agarrarem no carro e irem até ao Alentejo passar o fim-de-semana? Mais propriamente a Évora, cujo centro histórico foi considerado Património Mundial pela Unesco em 1986. É uma cidade linda para passear, namorar, conhecer lugares e admirar todo o centro histórico, ou não fosse Évora a minha cidade.

 Templo Romano de Évora (ou Templo de Diana)

A poucos quilómetros do centro da cidade encontram monumentos megalíticos tais como o Cromeleque dos Almendres, a Anta Grande do Zambujeiro ou o Castelo de Giraldo. Para pernoitar, possuem imensos hotéis nas redondezas, inclusive no centro da cidade, bem como pensões para todos os gostos. Chamo a atenção para o custo de vida em Évora ser relativamente elevado, sendo uma cidade que além dos estudantes da Universidade de Évora vive também do turismo, essencialmente.

Deixo-vos algumas fotos, bem como links do Booking directos a alguns locais para dormir.

Fonte da Praça do Giraldo

  Claustros da Sé de Évora

Claustros e pátio da Universidade de Évora, Colégio do Espírito Santos

Anta Grande do Zambujeiro

Cromeleque dos Almendres


Links que podem visitar para conferir locais de dormida e preços:
Albergaria do Calvário 4* (Centro Histórico);
Pensão Residencial Policarpo (Centro Histórico);
M'AR De AR Aqueduto 5* (Centro Histórico); 
- M'AR De AR Muralhas 4* (Centro Histórico);
- Convento do Espinheiro - A Luxury Collection Hotel & SPA 5* (A cerca de 5km do Centro Histórico);
- Hotel de Santa Clara 3* (Centro Histórico);
- Hotel Dom Fernando 3* (a 500 m do Centro Histórico);
- Casa do Vale Hotel 3* (a 3km do Centro Histórico);
- Evora Hotel 4* (a 2km do Centro Histórico);
- Vitoria Hotel 3* (a 500 m do Centro Histórico);
- Evora Inn Chiado Design (Centro Histórico).

Todas as imagens retiradas de Wikipédia

Boas estadias e até à próxima,
Pituxa

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

TAKE #2 - LOOPER


 

 
“Looperception?”

2074. No futuro, quando a Máfia tem como objectivo liquidar alguém, de modo a evitar quaisquer vestígios, envia a sua vítima 30 anos para trás no tempo, onde à sua espera para o eliminar está um “looper”, um assassino contratado. Joe (Gordon-Levitt) é um desses “loopers”, cuja vida corre bem, até ao dia em que a Máfia, para fechar o ciclo, lhe envia um novo alvo do futuro: ele próprio (Willis).


Looper é um bom filme, acima da média do género, não me parecendo, no entanto, comparável à saga Matrix, especialmente o primeiro.

É um filme que exige atenção, mas tem o cuidado de explicar o enredo ao pormenor, raramente nos deixando “às escuras” sobre qualquer ocorrência.

Analisando os protagonistas, este filme-sensação do ano tem a vantagem de contar no enredo com Joseph Gordon-Levitt, um dos actores mais promissores e com maior ascensão actualmente em Hollywood. Bruce Willis também tem uma prestação bastante sólida, melhor do que algumas das suas performances mais recentes, sendo que, ainda assim, não surge muito em cena. No entanto, tal não acontece às custas de Gordon-Levitt, e ainda bem, pois qualquer instante com o Joe do passado na tela é um regalo. Refira-se que, a nível de curiosidade, Joseph Gordon-Levitt passou todos os dias, em médias, 3 horas na sala de caracterização, de modo a ficar com algumas semelhanças com Bruce Willis quando este era mais novo.

Ficou a faltar, contudo, uma maior interacção entre os dois Joe’s, sendo este um dos maiores motivos de interesse do filme, apenas acontecendo numa ou outra ocasião, e sobretudo na segunda metade do filme.

É de realçar, ainda, o extraordinário trabalho do pequeno Cid (Pierce Gagnon), que tem, igualmente, um papel bastante notório.

Por outro lado, temos o papel menor de Emily Blunt, que apenas surge, sensivelmente, a metade do filme e, sobretudo, Piper Perabo, que aparece somente em cena duas ou três vezes, sem um papel de grande destaque. Jeff Daniels, por seu lado, continua igual a si mesmo, para o bem e para o mal.

 

A transformação de Gordon-Levitt em Joe


Looper é um filme bastante bem construído, que procura explicar tudo ao espectador e, para o género, não contém muitas falhas de maior relevo, até porque, para um filme de ficção científica com viagens no tempo, existem paradoxos temporais de difícil explicação, sendo de realçar, ainda, o final relativamente surpreendente.

Assim, Looper assume-se como uma das boas revelações do ano, uma opção bastante interessante para os fãs do género e segura o suficiente para os fãs de cinema em geral, onde somos brindados com algumas grandes interpretações, sobretudo do sólido Joseph Gordon-Levitt (quem poderia adivinhar a ascensão do “miúdo” de “Terceiro Calhau a Contar do Sol?”) e da revelação Pierce Gagnon, sendo, no cômputo geral, o tema e enredo bastante interessantes e final relativamente surpreendente.

A merecer uma visualização no grande ecrã.


CLASSIFICAÇÃO – 8/10

Realização – Rian Johnson

Casting – Joseph Gordon-Levitt

Bruce Willis

Emily Blunt

Piper Perabo

Jeff Daniels

Pierce Gagnon

Género – Acção / Ficção Científica

Duração – 115 min

 
                Termino mais um TAKE com outra sugestão bastante diferente, neste caso Frankenweenie, de Tim Burton, que estreia esta semana e que tenciono analisar numa próxima edição.
 

 

Frankenweenie


             Até lá,

             Rui



Apetecia-me tanto...

... Isto!

Alguém sabe o que é? E ontem uma colega disse-me que na Baixa (Lx) há uma pastelaria que vende disto! Tenho de sair aqui do buraco e ir até lá, se calhar num dia destas à hora de almoço... Que bem que me sabia agora um!

Porque choram os bebés?

Numa ida à farmácia num dia destes, estava eu à espera que fosse chamada a minha senha quando começo a ler os folhetos que são disponibilizados para lermos. Entre os 1501 folhetos com produtos para emagrecer, aderir ao cartão das Farmácias Portuguesas e produtos em promoção, lá estava um folheto da Novalac que se intitula de "Porque choram os bebés?". Além de já ser chamativo por ter um bebé na capa (que coisinha mais fofinha), tem também este título que já chama qualquer pessoa. Já que tinha de aguardar pela minha vez, vá de pegar neste folheto, li os vários tipos de choro e arrumei-o no bolso do casaco. Há pouco lembrei-me dele... Olhei para o folheto e pensei "Vamos lá ler isto! Já que pensas em ter filhos um dia, ficas já a saber o porquê dos choros!". E foi assim, comecei a ler e decidi partilhar convosco o que diz este 'milagroso' (para mim vai ser, para saber distinguir logo todos os tipos de choro) folheto, aqui vão os tipos de choro dos bebés:

Fome
Grito enérgico e exigente. Torna-se mais forte e ritmado. Por vezes o bebé esfrega a cara e a orelha, como se procurasse algo, podendo morder o punho ou chupar os dedos.

Dor
O primeiro gemido é intenso e prolongado, seguido de uma longa pausa durante a qual o bebé sustém a respiração e dá arquejos curtos, para logo voltar a gritar. Se é devido a gases, estica e encolhe os braços e as pernas, faz caretas e gesticula muito.

Incómodo
Choro baixo e queixoso, mais longo que o da dor. Às vezes o rosto fica vermelho e o bebé sustém a respiração por um instante. Aperta as mãos e apresenta uma expressão zangada. Depois do acesso de cólera, continua a chorar de forma entrecortada.

Sono
Lamúrias suaves, que vão aumentando ao tentar distrair o bebé. Pode tocar nas orelhas ou no peito, esfregar os olhos, o nariz ou procurar algo para chuchar.

Tensão
Chora com força e não reage às tentativas para o acalmar, uma vez que precisa mesmo é de descomprimir. Pode estar ligado a estímulos (luz, ruído) e ocorre quase sempre à tarde.

Solidão
Costuma começar com pequenos gemidos, que se vão transformando em queixumes de protesto e que acabam quando se lhe pega ao colo. O bebé chora porque precisa de companhia.

O link da Novalac que vem no folheto é www.novalac.pt, que eu tentei e não consegui abrir, assim coloquei lá em cima o link do laboratório ao qual pertence a Novalac.

Espero que tenha sido útil :)

Beijinhos*

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

E hoje à noite...

... Passa-se isto!


Para quem não gostava, agora tenho muita curiosidade em ver! Esta noite há Zombieeessss!!! :)

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Formação complementar, sim ou não?

Olá e, desde já, boa terça-feira!

Resolvi escrever este post uma vez que de há uns meses para cá tenho tido dúvidas sobre os benefícios da formação complementar num CV de hoje em dia.
Como alguns sabem, ou porque leram o início desde blog ou por me acompanharem há mais tempo, sou licenciada e possuo mestrado em Engenharia Química e durante 2 anos exerci funções que nada tinham a ver com a minha área de estudos. Há cerca de 15 meses iniciei uma bolsa de investigação num projecto FCT que, se tudo correr bem, se irá prolongar até Agosto de 2013. Aqui comigo estava um colega, também bolseiro, que estava a terminar uma pós-graduação em ensaios clínicos (na Lusófona, uma 'pipa' de massa portanto) e, mesmo antes do término da mesma, arranjou emprego na área e por lá ainda se mantém.
Agora, a minha dúvida não está nessa pós-graduação mas sim noutra que começa a estar muito 'batida': Técnico Superior de Higiene e Segurança no Trabalho! Alguém tem? Alguém está a tirar ou quer tirar? Conhecem quem tenha e lhe tenha servido de algo? Ou nada destas coisas?

Ando seriamente a pensar em tirar um curso destes, complementar a minha formação que acaba por ser um pouco vaga, dá para tudo e não dá para nada. O único problema deste curso, além dos custos que variam entre os 1500€ (a pronto pagamento) e os 3200€ (em empresas de renome), é também o facto de ser necessário um chamado estágio em contexto laboral. Ora, como é que uma pessoa que trabalha 8h/dia vai para uma empresa fazer um estágio (de 160h, acho eu) noutra empresa? Claro que há a possibilidade de fazer um relatório como se se tivesse feito o estágio no sítio onde se trabalha, mas numa empresa pública ou instituto público como se faz? E será que a formação complementar nos serve de algo, uma vez que muitas vezes já nem as licenciaturas ou mestrados servem? Acham mesmo necessário uma formação extra antes de iniciarem funções num sítio ou acham melhor especializarem-se depois de estarem a trabalhar?

"Decisions, decisions..."

Obrigada,
Pituxa*

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Um dia, na minha casa...

Eu, Pituxa Maria (mais conhecida como Ana Isabel), prometo-vos solenemente que um dia irei ter estas coisinhas na minha casa, ah prometo pois!

Gosto, gosto tanto e quero tanto!!

Vinil Amor e Música; Preço: 28,00€; Tamanho: 60 x 45 cm

Painel Triptico Flores Japonesas; Preço: 99,65€; Tamanho: Conjunto de 3 paineis em PVC de 3mm com 40 x 100 cm cada (120 x 100 cm no total)

Tudo isto é possível comprar na Casa D'Art, na página da internet ou em Rua Candido Capilé nº 3A, 2800-043 Almada. E como é pertinho de mim, acho que qualquer dia dou lá um salto com o homem... Tem coisas simplesmente apetecíveis!

Imagens e detalhes retirados da homepage da loja.

domingo, 14 de outubro de 2012

Coisas com as quais a minha alma fica parva - Parte II

Andava uma pessoa, que por acaso até era eu, a passear o seu cãozinho na rua muito bem, sempre atenta aos sítios onde ele não deve fazer cocó porque alguém pode pisar e a câmara não repôs o stock de sacos higienizados para as 'poias' dos cães, quando de repente num prédio vejo novos canteiros de flores. Ora esse prédio é um colégio e eu pensei "Agora é que os cães vadios vão todos para ali fazer o seu xixi e o seu cocó", depois de as educadoras reclamarem com todas as pessoas que passem a menos de 5 metros da porta com o cão pela trela impedindo-os de fazer qualquer coisa, lembram-se de colocar ali canteiros com flores, ou melhor, com ervas. Pensei cá para mim que desta já não se safam! Quando não é o meu espanto e olho para a parede do colégio... Olha, sinais novos! Que sinais são aqueles?

O.M.G.! Oh Meu Deus mesmo!!!
Pergunto-me se qualquer cão vadio sabe ler isto ou qualquer outra coisa que seja?! Porque com o que elas reclamam já ninguém se atreve a deixar o seu cãozinho fazer qualquer coisa lá perto, mas a-d-o-r-e-i este sinal, nem sabia que existia... Fiquei morta de riso! Olhei para o meu cão e disse "Simão, estás a ver o sinal? Não podes fazer cocó aqui!", ao que ele virou a cabeça e deve ter pensado que eu estava maluca de vez.

Já conheciam este fantástico sinal?

sábado, 13 de outubro de 2012

Cara nova!

Yellow!

Espero que o vosso sábado esteja a ser bom! Por aqui decidi mudar a cara do blog, qualquer coisa mais a ver com ele... Achei que ficou 'bonitinho', acolhedor e pelo menos está diferente. Resumindo: Apeteceu-me mudar! Não está nada de chamar a atenção, mas o objectivo também não era esse, era simplesmente mudar para algo que fosse mais a minha cara. E como eu sou uma rapariga que pergunta muitas vezes porquê, decidi-me pelos bonitos pontos de interrogação que são uma constante na minha vida.

Espero que gostem!

Acho que o meu sábado à tarde vai ser passado a ver o Glee, que é como quem diz, a pôr-me a par das seasons anteriores, por agora vou na segunda, espero acabá-la em breve.

Beijinhos e bom resto de sábado,
Pituxa*

PS - Agora estou para ver que o Rui não gosta e, como isto é a dois, se calhar podem haver alterações (mas talvez não).

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

É sexta-feira... Yeah!

E é mesmo!

Nós já estamos pela terrinha para aproveitar o fim-de-semana. Penso que este fim-de-semana seja só sopas e descanso... Mas estou a ver se convenço o homem a sairmos pelo menos domingo à tarde para cometermos um pecado que era habitual no início do nosso namoro: todos os domingos à tarde íamos a uma gelataria daqui comer um crepe com uma bola de gelado de moranguinhos silvestres com topping de chocolate de leite, que dividíamos claro (um para cada era calorias que nunca mais acabava, sem falar do preço do mesmo que já deve ter sofrido um aumento)....

Depois conto-vos se fomos ou não :) Bom fim-de-semana!!! :) Beijinhos, Pituxa

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A incansável busca por algo melhor

Cá estou eu! Mais um dia, mais uma semana quase no fim (amanhã é sexta-feira) e quase a desesperar!

Durante este mês aguardo um telefonema ou carta (telefonema=bom; carta=mau) de uma empresa denominada grande a nível nacional. Só para terem um ideia, figura entre as Top 10 melhores (e maiores) empresas para se trabalhar em Portugal. Cada dia do mês que passa sinto-me a desesperar mais um bocadinho, não deixando no entanto de procurar emprego noutros sítios pois ficar parada à espera de apenas uma resposta é, literalmente, morrer na praia. Mas, de momento, o meu único pensamento é "Eu não vou ser a escolhida!" pois era ter demasiada sorte na vida... Aos 26 anos entrar para uma empresa destas, que são das poucas que ainda se pode dizer que dão um emprego para a vida, era um sonho tornado real. E, mesmo que queira, não consigo esquecer que estou à espera porque as pessoas a quem contei, e que acredito que só queiram o melhor para mim, não param de perguntar... Assim não dá para descansar!

De qualquer maneira, e mantendo a esperança completamente arrasada, não paro de pensar nisso e ao abrir as páginas da internet em que normalmente procuro emprego (muito possivelmente não estou a procurar nos sítios certos), não encontro uma única oferta de emprego na minha área que não sejam bolsas de investigação. Ora, para me candidatar a uma bolsa de investigação fico naquela em que estou, não? Por vezes questiono-me se o curso que tirei foi o certo, se quero fazer isto o resto da minha vida, se devia tirar outro curso ou mesmo outro mestrado. A resposta na minha cabeça é sempre a mesma "Não desistas, tu vais conseguir, só precisas de acreditar um bocadinho mais em ti", mas esta resposta já paira sempre tanto no ar que já não dá para acreditar nela. Claro que estou agradecida por ter trabalho, um ordenado minimamente certo no final do mês, mas não me sinto de todo nem segura e muito menos realizada... Preciso de algo melhor.

Preciso de uma coisa bem melhor e, de preferência, já!! Anyway... Foi só um desabafo...
 

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

E hoje vai ser assim...

Ante-estreia, aí vamos nós!!


Looper - Reflexo Assassino (Estreia dia 11-Out-2012)

Depois contamos como foi!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

FMI erra e nós pagamos!



Este título era muito mais adequado ao artigo que o original: “FMI reconhece que calculou mal o impacto da austeridade na economia”. Pelos vistos isto está tudo mal, segundo a notícia do Público, cada 1€ de austeridade equivale a uma queda na economia (perda do PIB – Produto Interno Bruto) de 0,9 a 1,7€. Ou seja, resumindo e trocando por miúdos, estamos a voltar para trás e qualquer dia estamos a fazer das camisas dos nossos maridos, camisas para os filhos como era antigamente!

Isto está tudo louco é o que vos digo, tudo louco! É certo que não sou a pessoa mais indicada para falar porque, das 1001 estatísticas que fazem aos vários grupos de empregados e desempregos, eu não me insiro em nenhuma e realmente não vou sofrer o corte no IRS como a maioria porque não pago nem recebo IRS (talvez a única coisa menos má de ser bolseira, atenção que não é boa).

Mas calma, nem tudo é mau neste país de pernas para o ar… Atenção que há sempre qualquer coisa que o nosso governo revê em alta! O que será? O desemprego claro… “No caso do desemprego, a previsão coincide com aquela que o Executivo confirmou em Setembro quando divulgou o resultado do quinto exame da troika (uma taxa de 16%), mas que o Governo reviu entretanto em alta para 16,4%”. E pronto, ficamos assim senhor Pedro Passos Coelho, Senhor Vítor Gaspar, Sua Excelência o Presidente da República Dr. Aníbal Cavaco Silva, obrigado a todos vós por nos apertarem mais o cinto, realmente eu estava a precisar de emagrecer um pouco e isto veio ajudar.

Obrigadinha, sim?

Atentamente,
Pituxa

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

TAKE #1 - TO ROME WITH LOVE



Allen. Benigni. A ocasião e o ladrão. Uma entrevista a um ilustre desconhecido. Penélope. Amor, traição. Baldwin.

Na sequência de Midnight in Paris, o anterior filme do realizador, Woody Allen traz-nos mais uma história passada numa bonita capital europeia.
Desta vez, conta-nos quatro histórias, mais ou menos relacionadas, na capital italiana.
John (Baldwin), arquitecto, está de visita a Roma, cidade onde viveu na sua juventude. Um dia, passeando pelo seu antigo bairro, encontra o jovem Jack (Eisenberg), futuro arquitecto, fã de John. Imediatamente convidado para conhecer a sua casa e namorada Sally (Gerwig), John testemunha a paixão crescente de Jack por Monica (Page), amiga de Sally e que está, igualmente, de visita a Roma depois de diversos infortúnios pessoais.
Simultaneamente, Jerry (Allen), ex-director de ópera, também se desloca, com a sua esposa (Davis) para Roma, a fim de conhecer Michelangelo (Parenti), noivo da sua filha Hayley (Pill). Contudo, após ouvir o pai de Michelangelo, Giancarlo (Armiliato), responsável por uma agência funerária, cantar no duche, fica fascinado com os dotes musicais deste, levando a cabo uma pequena odisseia para o convencer a entrar no mundo da Ópera, convencido do enorme talento de Giancarlo.
Enquanto tudo isto acontece, o vulgar chefe de família Leopoldo Pisanello (Benigni), com poucos motivos de interesse no seu quotidiano, um dia acorda como um autêntico ídolo das massas, fazendo as delícias dos paparazzi locais com a sua absoluta… vulgaridade, questionando toda e qualquer coisa da monótona vida de Leopoldo. Sem entender absolutamente nada do que se passa, após algum tempo, contudo, apercebe-se verdadeiramente do real preço da fama e ao que isso conduz na vida de cada um.
Por último, temos a história do jovem casal Antonio e Milly, (Tiberi e Mastronardi) um provinciano esperançoso em impressionar os seus ricos familiares com a sua encantadora esposa, com o intuito de melhorar a sua vida profissional. No entanto, recém-chegados a Roma, o casal enfrenta diversos contratempos, desde autênticas confusões nas belas ruas de Roma, passando pelo encontro com a explosiva Anna (Cruz), até ao cortejo do lendário actor de cinema local Luca Salta (Albanese).
To Rome With Love não é um filme extraordinário, ponto prévio.
A Jesse Eisenberg falta um certo carisma, neste caso, para ombrear com alguns grandes desempenhos neste filme (contrariamente ao desempenho em The Social Network), sendo que a química com Ellen Page e Greta Gerwig, que cumprem bem os seus papéis, está dentro do razoável. O casal Antonio e Milly estão muito bem e merecem uma referência, com momentos extremamente bem conseguidos, quer nas ruas de Roma, quer com as respectivas… aventuras exteriores. Uma menção positiva merece também todo o restante casting italiano, de onde se destaca grande parte do filme falado em italiano. Fantásticos estão Roberto Benigni, Alec Baldwin e Penélope Cruz, com desempenhos extremamente bem conseguidos, como o sensaborão Leopoldo Pisanello, o incisivo John ou a provocante Anna. Woody Allen, esse, continua igual a si mesmo: assertivo, teimoso, real. Uma menção honrosa merece, também, todo o casting italiano, sobretudo o sonoro Giancarlo.
Allen consegue retratar, com fidelidade, algumas das complexas relações humanas, nomeadamente a futilidade, rapidez e volatilidade da fama ou a traição e o desejo sexual, com o seu característico toque de humor, sendo impossível deixar de realçar algumas cenas hilariantes, como as entrevistas a Leopoldo Pisanello ou o ladrão perto do final do filme.
As paisagens, essas, na devida proporção, fazem lembrar bastante algumas das vistas em Midnight In Paris, bem conseguidas e bastante representativas da beleza da cidade.



Seria de esperar que, com as diversas sub-histórias presentes, se perdesse o fio condutor da história principal mas são, precisamente, as sub-histórias em conjunto que constroem a história principal, muito por obra do talentoso casting escolhido para o efeito.
Nem tudo é, contudo, positivo. A quantidade de sub-histórias traduz variedade na película, é certo, mas a pouca inter-relação das narrativas e personagens acaba por transmitir uma sensação agri-doce no final, algo incompleto; não que seja uma má conclusão, mas de Woody Allen, espera-se, sempre, uma surpresa, uma punch line, algo de diferente (como no grande Match Point), sendo que em To Rome With Love tal não se verifica, deixando o final um pouco a desejar.
Repito, To Rome With Love não é um mau filme. Simplesmente para o realizador em questão esperam-se, sempre, grandes obras, e este filme, apesar de não ser um dos seus melhores, para a maioria dos realizadores seria bem acima da média. Pode não estar, para citar exemplos mais recentes, ao nível do excelente Match Point, mas To Rome With Love consegue o seu objectivo: entreter o espectador, com laivos de realidade e humor (característicos), mas fundamentalmente com um toque (bastante) acentuado de ironia em relação à actual sociedade.

CLASSIFICAÇÃO – 7/10

Realização – Woody Allen
Casting – Alec Baldwin
Ellen Page
Jesse Eisenberg
Penélope Cruz
Roberto Benigni
Woody Allen
Género – Comédia
Duração – 105 min

Termina, assim, o primeiro TAKE, deixando entretanto uma outra sugestão relativamente recente de Woody Allen, para mim uma das melhores obras do realizador, e outra recomendação, completamente diferente, mas actualmente uma das melhores opções do género.
Até para a semana,

Rui


Match Point



ParaNorman

Apresentações

Boa noite caríssimos.

Como referido pela Pituxa há umas semanas, este blog de quando em quando terá um novo colaborador :)
O meu nome é Rui, e escreverei de tudo um pouco: alegrias, tristezas, cinema, música, entretenimento, política, enfim, o que me parecer motivo de partilha.
Posto isto, e feitas as apresentações, um até já!,

Rui

domingo, 7 de outubro de 2012

Pim pam pum #4

Estou cansada... Não me apetece ir trabalhar amanhã e tenho tanta coisa para fazer...

Estou cansada... Apetece-me que o fim-de-semana se prolongue por mais 2 dias! Até podem ser três que aqui a Pituxa não se queixa!

Estou cansada... Apetece-me ir de férias outra vez e não ter que esperar pelo Natal para as ter porque ainda falta tanto...

Estou cansada... E tenho saudades de uma animada cavaqueira com as minhas meninas, que espero que seja esta semana!

Estou cansada... Só quero receber um telefonema amanhã que diga "Quando é que pode iniciar as suas funções na XPTO? Certíssimo, cá a aguardamos!".

Estou cansada... Mas vou jantar!


E pronto, era só isto mesmo! Aqui a Pituxa está cansada...

sábado, 6 de outubro de 2012

Songs to love #3

A Sic faz hoje 20 anos!! Hurray!!

Ainda me lembro de acordar cedinho, devia ser por volta das 7h30 para poder ver o início da sessão da sic. Era tão giro, era um acordar com aquela música fantástica que nunca soube quem cantava, mas que ainda hoje quando ouço me lembro de estar a beber o meu leitinho com chocolate e a ver aquilo pregada à televisão. Porquê? Porque a seguir começavam os desenhos animados!

Quando ainda só tínhamos dois canais (Canal 1 e Canal 2 e sim, chamavam-se mesmo assim), era literalmente ver os desenhos animados no canal 2 e ver noticiários e novelas dobradas (sempre com uma cega, pobre e com nome de pedra preciosa) que dava sempre depois do telejornal. Espetacular! Era uma forma de passar o tempo em miúda. Lembro-me tão bem que o início de uma nova emissão, um novo canal, era visto como um acontecimento nacional. Íamos ter mais um canal para ver, tirando obviamente os canais espanhóis que conseguíamos apanhar com a antena exterior. Não havia cá tv cabo, zon, cabovisão e muito menos meo, era algo de extraordinário passar a ter 3 canais portugueses... Era, literalmente, o acontecimento do ano!

Aqui vos deixo a música do início da emissão da sic... Extraordinário!