terça-feira, 27 de novembro de 2012

Há dias assim...

Em que apetece mandar tudo às couves, partir sem destino certo, cometer loucuras inimagináveis aos comuns mortais e ser outra pessoa.

Depois acordo e volto à dura e triste realidade... Vida de 'pobre' chateia-me! Oh se chateia!

6 comentários:

  1. Posso desaparecer também?! Preciso tanto!

    ResponderEliminar
  2. Digo o mesmo muitas vezes, que "vida de pobre não dá com nada."

    ResponderEliminar
  3. Uma vida de pobre não é sinónimo de pobre vida; a vida é tua para fazeres dela o que quiseres, para seres quem quiseres, para te inventares e reinventar quantas vezes forem precisas.
    Tem um bom dia querida!

    ResponderEliminar

"Thank you, come again!"